Embora todos os planetas do Sistema Solar apresentem o chamado movimento de retrogradação aparente, um deles em especial virou o centro das atenções no imaginário popular quando o assunto é astrologia: o famoso Mercúrio Retrógrado. Mas será que a retrogradação de Mercúrio é algo tão problemático assim? Antes de nos aprofundarmos no assunto, vale lembrar que a retrogradação é um movimento aparente de um planeta na direção oposta aos demais de seu sistema, conforme observado da Terra. Neste post (inserir link), inclusive, falamos de forma mais detalhada sobre esse fenômeno. 

Um planeta retrógrado representa um momento de revisão e avaliação. Uma chance para olharmos com calma para um acontecimento que passou, mas ainda precisa ser resolvido; tempo de olhar para trás e revisar assuntos que sejam do universo daquele planeta. E Mercúrio Retrógrado nos fala justamente sobre o momento de refletirmos sobre aquilo que verbalizamos, comunicamos, expressamos ao mundo. 

A potência de Mercúrio

Na mitologia, Mercúrio era o mensageiro dos deuses, o único com passe livre para transitar do céu ao inferno e assim transmitir os recados entre os mundos. Planeta mais próximo do Sol, regente de Gêmeos, conta com uma órbita muito rápida e fica retrógrado cerca de três vezes por ano. Essa velocidade diz muito sobre o que ele representa. Mercúrio é movimento, é fluxo de ideias, trocas e conexões. Nos fala do poder da comunicação, vital para a sobrevivência da raça humana. 

Efeitos de Mercúrio Retrógrado 

Mas será que quando Mercúrio fica retrógrado tudo realmente para de funcionar, aparelhos quebram, as pessoas não conseguem se comunicar, documentos são perdidos, os emails não chegam? Não exatamente. Esses são problemas que podem acontecer em qualquer época do ano, independente do movimento de um planeta. Imprevistos acontecem, erros de comunicação também e não devemos parar nossa vida nem deixar de tomar decisões importantes por conta de Mercúrio Retrógrado. 

Obviamente quem tem uma forte influência de Mercúrio no Mapa Astral pode sentir seu efeito de forma mais acentuada, mas ainda assim é importante olhar esse fenômeno de forma prática. Indivíduos com Mercúrio Retrógrado no Mapa Natal tendem a ser pessoas que gostam de revisar informações, textos e possuem uma tendência a pensar demais antes de agir, uma natureza mais reflexiva, embora nenhuma análise definitiva possa ser feita sem olharmos o Mapa de forma completa. 

Mercúrio Retrógrado nos fala da necessidade de termos mais concentração e atenção naquele período. Cuidado com o que estamos falando, com as mensagens que estamos passando ao mundo. É um tempo de pensar antes de fazer e falar, para tomarmos decisões de forma mais assertiva – assim não precisaremos voltar atrás. Fique atento ao que fala e deixe tudo às claras. Busque objetividade, clareza, revise documentos importantes, cheque informações. E faça isso com calma.  

Ao invés de olharmos para a retrogradação de Mercúrio como algo negativo, devemos pensar no que podemos tirar de bom desse fenômeno. Pode ser uma boa oportunidade para: 

  • Resgatar um assunto que ficou pendente e mal-resolvido; 
  • Corrigir um mal entendido; 
  • Organizar documentos, fotos antigas; 
  • Fazer uma boa faxina separando o que não serve mais, inclusive papéis; 
  • Revisar um planejamento de metas e objetivos; 
  • Refletir sobre nossas relações, a forma como estamos nos comunicando com nossos amigos, familiares e companheiros. 

Os astros nunca querem nos punir, por isso não devemos encarar de forma negativa seus movimentos e posições, mesmo que às vezes nos tragam situações desafiadoras. São nesses momentos que podemos aprender, crescer, nos conhecer melhor e assim avançarmos em nossa jornada.  

Para aprender cada vez mais sobre astrologia, não perca o conteúdo do site de Claudia Lisboa