Como vimos no último post (Modalidades), os doze signos do zodíaco são divididos em quatro elementos – fogo, terra, água e ar. Porém, existe uma segunda divisão, que reúne os signos pelas expressões desses elementos, as chamadas Modalidades, que podem ser Cardinais, Fixas e Mutáveis. Elas são responsáveis pelos movimentos de início, fortalecimento e fim de cada ciclo. 

Cada uma delas reúne quatro signos de diferentes elementos. O curioso quando analisamos as modalidades, é justamente entender como signos que parecem ser tão distintos, fazem parte de um mesmo grupo. Por isso, vamos nos aprofundar em cada uma delas, entendendo a energia que a combinação elemento + modalidade nos traz. 

Os signos cardinais

A modalidade cardinal reúne os signos de Áries (elemento Fogo); Câncer (elemento Água); Libra (elemento Ar) e Capricórnio (elemento Terra). Ela representa o início de um novo ciclo. É a força que nos dá disposição para ir a luta, viver pela primeira vez uma emoção, um sentimento, a realização de um projeto. É o impulso, a energia da iniciativa. Os signos cardinais tem o ímpeto de romper com o estado de inércia e começar tudo de novo. Podem estar associados a profissões que envolvam criatividade, inovação e empreendedorismo. Porém, a força da impulsividade e da iniciativa não se manifesta da mesma forma com todos os integrantes. 

Áries – Como um signo de fogo, ele é a representação da impulsividade cardinal. Simboliza o começo de tudo, tanto que é o primeiro signo do zodíaco, contado a partir do equinócio de março. Os nativos desse signo são assertivos, gostam de ter ideais para iniciar coisas, se jogam, se afirmam e são destemidos. A energia cardinal aqui se manifesta pela ação. 

Câncer – Signo de água, aqui a modalidade cardinal se manifesta pela emoção. É um  signo sensível, observador e comedido. Porém, através das emoções ele avança e abre caminhos. Cuidando de quem gosta, contornando as situações e assim avança, mesmo que mais lentamente que os outros. 

Libra – Signo de ar conhecido pelo seu lado ponderado, justo e equilibrado, Libra nos fala da capacidade de se relacionar. E nada é mais forte no ser humano do que o impulso de se relacionar com o outro, seja de forma amorosa ou uma amizade. Nós somos seres sociáveis e Libra nos traz essa energia, a impulsividade para criar novos laços. 

Capricórnio – Um signo de terra que nos remete à firmeza, estabilidade e perseverança, Capricórnio muitas vezes é representado pela cabra da montanha. E esse animal nos mostra muito bem como funciona sua impulsividade. Para iniciar uma longa subida é preciso o impulso de dar o primeiro passo, a força para iniciar e chegar ao topo. 

Portanto, podemos concluir que a Modalidade Cardinal reúne indivíduos impulsivos e com iniciativa, porém essa energia se apresenta de diferentes formas. Temos a impulsividade das ações, a disponibilidade para criar, para se relacionar, para cuidar dos outros, para trabalhar, para colocar suas vontades em primeiro lugar.

Embora a modalidade cardinal nos fale da energia do início, da força de fazer acontecer, muitas vezes as coisas podem ser iniciadas, mas não concluídas. Por isso é importante ficar atento ao poder de sustentação e conclusão, que são trazidos pela manifestação de outras modalidades no Mapa Astral 

Gostaria de aprofundar o estudo sobre as Modalidades? Aproveite. Esse tema será abordado na terceira aula da Semana da Astrologia, que acontece nos dias 26/10, 29/10 e 03/11. São três aulas totalmente online e gratuitas, que trazem os primeiros passos na compreensão de um Mapa Astral. Faça já a sua inscrição.