Nas aulas de Ciências no colégio aprendemos que a Lua é um corpo celeste e o satélite natural da Terra. Ela influencia as marés e o movimento dos oceanos.

Suas fases, a forma como vemos a Lua sob o ponto de vista da Terra, são alteradas de acordo com a sua posição em relação ao Sol, sendo os dois astros tão opostos e ao mesmo tempo tão complementares.

Para a Astrologia, a Lua é um dos astros mais importantes, em uma primeira análise, para entendermos nosso papel no mundo. É símbolo de afeto, cuidado e segurança emocional. Ela representa a natureza básica de nossos instintos e sentimentos e está ligado ao emocional, ao feminino, e também a como pensamos e reagimos ao mundo.

Foto de Andrés Gómez

Lua, substantivo feminino

Por mais que, obviamente, os conceitos que aprendemos no colégio sejam diferentes daqueles ensinados pela Astrologia, a natureza receptiva da Lua e seu poder de atração e influência em diversas áreas é abordada em muitos campos de estudo.

Na Astrologia, ela simboliza nossas emoções, memórias e também a intuição. Nossos primeiros anos de vida, a forma como fomos nutridos, não apenas fisicamente, mas também emocionalmente, são elementos de afetividade localizados na Lua.

Devido a essa associação com o cuidado, astrologicamente a Lua simboliza
as mulheres em geral, a mãe, a irmã mais velha, a pessoa que cuida e
nutre. Claro que essa interpretação se tornou algo datado, já que hoje em dia não temos mais apenas a figura materna como representante do cuidar, embora de forma geral venha da mãe esse primeiro alimento, desde o cordão umbilical.

Complementares, enquanto o Sol representa a nossa essência, a razão e
nossa necessidade de autoafirmação, a Lua traz uma energia que simboliza sentimentos e emoções, e ilustra nossa forma de amar. Nesse sentido, não falamos apenas do amor entre pares românticos mas sim de todo tipo de relação íntima, seja com nossos amigos, familiares e pessoas com as quais convivemos.

Ela nos fala sobre nosso modo instintivo de funcionamento, como estamos
dispostos a cuidar e nos deixar cuidar. Por ser um astro tão ligado ao
emocional, compreender como a Lua nos influencia e como sua energia atua sobre nós é fundamental para entendermos melhor a nossa personalidade e o que precisamos trabalhar e potencializar de acordo com sua posição em cada mapa.

O astro é um dos mais importantes para a análise do mapa astral de um
indivíduo, já que fala muito das nossas raízes, nossa autoestima,
necessidades emocionais e psicológicas e como lidamos com nossos
sentimentos. Ela está relacionada à quarta casa astrológica, que representa também o signo de Câncer, sendo assim o regente deste signo.

A Casa Quatro fala das nossas origens, nossas raízes emocionais, genéticas e familiares. Um local como um lar, íntimo e familiar, nosso refúgio.

Meia Lua inteira

Como citamos no início do texto, a Lua não é uma protagonista apenas na
Astrologia. No mundo físico, suas fases têm ação direta na gravidade, nas
marés, nos ciclos de colheita, exercendo também uma relação muito estreita com o Planeta Terra.
Já no universo pessoal, essas fases nos influenciam em diversas áreas como
nossas emoções, relacionamentos e também em nosso próprio corpo: quem
nunca consultou o calendário para confirmar a fase da Lua antes de fazer um corte de cabelo, por exemplo?

Nova, Quarto Crescente, Cheia, e Quarto Minguante: cada fase da Lua possui uma energia e um significado e é importante entendê-las para saber como podemos potencializar cada um desses períodos. Para quem busca mais informações sobre como as fases da Lua nos influenciam, pode conferir este post detalhado com mais informações.

Como a Lua nos influencia

Quando falamos do território lunar, estamos nos referindo a autoestima, a
capacidade que temos de tocar a vida de alguém e da nossa capacidade de
amar
. A posição da Lua no mapa astral de uma pessoa indica como ela se sente e o que faz com que se sinta cuidada e acolhida, e por isso é fundamental a análise da casa em que a Lua se encontra.

É essa posição que nos indica quais são as demandas afetivas daquela pessoa, bem como o que ela tem a oferecer emocionalmente.

Enquanto o Sol faz uma volta completa nos doze signos do zodíaco em um
ano, a Lua faz essa mesma volta em pouco menos de um mês, ou seja, ela fica em torno de dois dias e meio em cada signo.

Enquanto o signo solar nos fala sobre nossa essência, o signo lunar fala de nossa identidade emocional.
Aqueles que compreendem e exploram seus signos lunares tendem a se conectar com maior facilidade àqueles que lhe proporcionarão nutrição afetiva e acolhimento. Neste post completo, você poderá entender melhor como a Lua se manifesta em cada signo, bem como seus aspectos de luz e sombra.

A Lua reflete um celeiro de emoções, sendo sua análise um elemento de
grande importância para a Astrologia. Curioso para aprender mais sobre esse astro? Então acesse a sessão Vídeos aqui no site e confira também o canal Cláudia Lisboa no Youtube!